Arquitetura, Urbanismo e Desenvolvimento Eco-social

Arandu » bioarquitetura

Planejamento Urbano

Em Arandu entendemos o Planejamento Urbano como a toma de decisões para o desenvolvimento da cidade de acordo com as expectativas da população e a integração com o entorno natural. Acreditamos que a cidade deve ser construída pelos cidadãos e o nosso trabalho é auxiliar os seus representantes a gestionar e materializar essa cidade.

Atualmente no Brasil o planejamento é fundamental para superar os desafios enfrentados pelas cidades, tanto a nível social e ambiental, como político e econômico; ele é imprescindível para transformar o cenário de desigualdade social existente no meio urbano e melhorar a qualidade de vida dos cidadãos. Assim mesmo existe uma necessidade imediata de se resolver os problemas ambientais decorrentes do crescimento desordenado sofrido nas últimas décadas, para evitar as catástrofes meio ambientais como as provocadas pelas chuvas, desmoronamentos e alagamentos, muito comuns nas cidades brasileiras hoje em dia.

O processo de crescimento e construção das cidades vêm mudando muito nos últimos anos, a complexidade e o aumento na velocidade de criação do espaço urbanizado, também vêm transformando a maneira de se fazer planejamento. Hoje mais que um simples instrumento de desenho do uso e da ocupação do solo; um plano diretor por exemplo; pode servir para que o município articule as demandas feitas a todas as políticas públicas, sejam: as de desenvolvimento urbano (habitação, saneamento e mobilidade e transporte), as sociais (educação, saúde, assistência social), de desenvolvimento econômico, de segurança pública ou outras que, de alguma forma se relacionam com o território. Aquela antiga concepção do planejamento urbano como algo excessivamente burocrático, quase sem nenhuma articulação com as políticas públicas hoje mudou, atualmente as cidades são muito mais dinâmicas e se transformam a tal velocidade que acabam por antecipar-se a qualquer regulamentação urbanística.

Como disse Jane Jacobs: “a cidade é um grande cenário de vivências, das relações de poder, diferenças sociais, arquitetônicas, de paisagens e da falta de respeito com o principal personagem, o indivíduo enquanto cidadão”. Felizmente com a aprovação do Estatuto da Cidade em 2001, essa injustiça pode ser corrigida e se está estabelecendo o processo de planejamento urbano participativo que permite que outras vozes sejam ouvidas e que a dinâmica espacial das cidades tenda à justiça social.

A melhoria da qualidade de vida, o desenvolvimento sustentável e a equidade social são os eixos principais que orientam o trabalho da Arandu, assim como o favorecimento da participação dos diversos setores da sociedade na elaboração do Planejamento de uma cidade. Buscamos proporcionar ajuda e orientação na busca da vocação de cada município no sentido: econômico, ambiental, artístico-cultural, turístico, etc. Ademais da investigação de processos inovadores para que os municípios utilizem e se beneficiem dos instrumentos do Estatuto da Cidade. Isso se pode atingir através da capacitação de todos os agentes, públicos e sociais, para que estes sejam os protagonistas do desenvolvimento da cidade.

Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
Arandu » bioarquitetura
ver version movil